Meteorologia e Columbófilia

Imprimir

REGULAMENTAÇÃO

DAS SOLTAS DE POMBOS-CORREIO DA ASSOCIAÇÃO COLUMBÓFILA DO DISTRITO DE SANTARÉM

 

Preâmbulo: A proposta que se apresenta, pressupõe que os pombos criados em Portugal, devido ao seu habitat, conseguem suportar temperaturas mais elevadas que os seus congéneres dos países do centro da Europa.

Realce-se que se considera que a prova começa efectivamente com o encestamento, a qualidade do transporte e não com a solta.

A hora da solta foi considerada como sendo 15 a 20 minutos depois do nascer do Sol.

Os elementos meteorológicos, em referência, referem-se única e exclusivamente à capacidade mecânica do voo do Pombo-correio.

A aplicação de uma legislação sobre soltas de pombos-correio coloca a Associação Columbófila do distrito de Santarém numa situação pioneira a nível mundial.

 

Objectivo:Regulamentar com base nos acidentes, desastres anteriores e normas da comunidade, de modo a:

a)    Proteger o Pombo-correio;

b)    Proteger os Columbófilos;

c)     Transmitir uma imagem positiva, da columbofilia, à sociedade.


 “REGRAS” PARA SOLTAS DE POMBOS-CORREIO



“SEMÁFORO” PARA SOLTAS DE POMBOS-CORREIO

A actualização das cores deve ter em conta a observação em rota dos diversos elementos meteorológicos, bem como a análise de imagens de satélite e radar antes da solta. 

As cores a atribuir serão: Preto, Vermelho, Laranja, Amarelo e Verde.


 

Preto

1.     Vento de “bico” igual ou superior a 60 km/h;

2.     Vento de bico igual ou superior a 50 km/h com rajadas;

3.     Temperatura máxima prevista de 38ºC ou mais;

4.     Temperatura mínima prevista de 23ºC ou mais;

5.     Onda de calor;

6.     Chuva em metade ou mais da prova, com vento com componente contra;

7.     Aguaceiros fortes e/ou chuva moderada a forte no primeiro terço da prova;

8.     Células de nuvens de desenvolvimento vertical (trovoadas) na linha de voo, cuja área seja difícil de contornar;

9.     Trovoadas na área envolvente ao local de solta;

10.           Neve na área do local de solta;

11.           Temperatura mínima abaixo de 0ºC

12.           Variação do campo magnético da Terra (sismos ou tempestades solares);

13.            Pombos silenciosos e/ou deitados.

Estimativas de pombos chegados no primeiro dia com os exemplos apresentados: Fundo 0 a 10% - Meio Fundo 10 a 20% Velocidade 20 a 30%

 

Vermelho

1.     Chuva em menos de um terço da prova e vento com componente contra (bico), inferior a 40Km/H;

2.     Aguaceiros e vento com componente contra (bico) inferior a 40Km/H;

3.     Chuva em metade da prova, com vento com componente favorável;

4.     Vento de “bico” superior a 50 km/h e inferior a 60 km/h;

5.     Vento de “bico” superior a 40 km/h e inferior a 50 km/h com rajadas;

6.     Vento cruzado de “rabo” superior a 70 km/h;

7.     Chuva fraca ou chuvisco num terço ou mais do percurso sem vento favorável;

8.     Temperatura máxima entre 35ºC e 38ºC sem vento favorável;

9.     Temperatura mínima entre 20 e 22ºC sem vento favorável;

Estimativas de pombos chegados no primeiro dia com os exemplos apresentados: Fundo 10 a 25% - Meio Fundo 30 a 50% Velocidade 50 a 70%

 

Laranja

1.     Vento de “bico” entre 30 e 40 km/h;

2.     Vento de “bico” inferior a 25/30 km/h com chuva à chegada;

3.     Aguaceiros fracos;

4.     Temperatura máxima em rota entre 30 e 34ºC sem vento favorável;

5.     Mínima no local de solta entre 17 e 19ºC sem vento favorável;

6.     Temperatura durante a prova inferior a 10ºC e vento com componente contra “bico”;

7.     Chuva fraca num terço ou menos da prova com vento com componente favorável “rabo”;

Estimativas de pombos chegados no primeiro dia com os exemplos apresentados: Fundo 40 a 60% - Meio Fundo  70 a 85% Velocidade 80 a 90%

 

Amarelo

1.     Vento de “rabo” inferior a 60 km/h e sem precipitação;

2.     Vento de “bico” inferior a 30Km/h e superior a 15Km/h;

3.     Visibilidade superior a 10 km;

4.     Temperatura máxima inferior a 32ºC;

5.     Céu muito nublado no percurso, boa visibilidade e sem precipitação.

6.     Céu com períodos de muito nublado em rota, boa visibilidade e aguaceiros fracos.

Estimativas de pombos chegados no primeiro dia com os exemplos apresentados: Fundo 70 a 90% - Meio Fundo  80 a 95% Velocidade 85 a 98%

 

Verde

1.       Vento de “rabo” inferior a 60 km/h e sem precipitação;

2.       Vento de “bico” inferior a 15Km/h;

3.       Visibilidade superior a 20 km;

4.       Temperatura máxima inferior a 30ºC;

5.       Temperatura mínima superior a 8ºC;

6.       Céu pouco em nublado ou limpo em todo percurso;

Estimativas de pombos chegados no primeiro dia com os exemplos apresentados: Fundo 90 a 100% - Meio Fundo 95 a 100% Velocidade 98 a 100%


Todas estas situações, bem como situações omissas devem ser previamente analisadas e ratificadas, pelo Vice-Presidente desportivo/Conselho Técnico e expostas na página da Associação Columbófila do distrito de Santarém em tempo útil.

 

Por se tratar de previsões meteorológicas e simultaneamente uma experiência a nível mundial, este documento deverá funcionar como aconselhamento às tomadas de decisão e nunca poderá ser assumido com poder vinculativo.

A ordem de solta será sempre da responsabilidade do coordenador da associação.

 

 

Fernando Manuel Duarte Garrido

Técnico de Meteorologia desde 1981

Columbófilo desde 1976

 

 

 

© 2012 Powered by pmedigital . Associação Columbófila do Distrito de Santarém. Todos os direitos reservados .